Love is Real? capitulo 12 - Sentimentos Internos



"...Não vou deixar essas pequenas coisas
Saírem da minha boca
Mas se deixar
É você
Oh, é você
Que elas formam
Estou apaixonado por você
E por todas essas pequenas coisas..."

Lisa On

Depois que me despedi de Liv, desci a escada, encontrei Lola sentada, melhor dizendo jogada no sofá, ela se levantou logo que me viu e falou.
Lola – pronta para arrasa gata?
- não sei, o que você vai aprontar?
Lola- ué nada. – ela sorriu travessa e sentou novamente no sofá, eu sorri de volta e fui ate a cozinha, foi fazer um chá para Liv, tenho certeza que ela não faria nada para tomar, iria apenas tomar um banho e deitar.
Preparei um chá, e logo que ficou pronto o coloquei em uma xícara, e subi as escadas em direção do quarto de liv. Quando cheguei ao quarto da mesma, a encontrei deitada na cama, ela levantou sua cabeça por cima das inúmeras cobertas e me fitou, me aproximei dela e falei sentando na cama.
- trouxe isso pra você tomar, lhe fará bem. – entreguei a xícara com o chá para ela, que se ajeitou na cama e pegou a xícara e tomou um gole do chá, logo ela apertou os olhos e falou.
Liv – isso é horrível.
- mas se sentira melhor amanha se tomá-lo. – argumentei e logo sorri.
Liv tomou mais alguns goles do chá, enquanto conversávamos, logo ela terminou, a mesma colocou a xícara em cima do criado mudo, e disse olhando para mim.
Liv – Obrigada pelo chá Lisa, apesar de ser um pouco ruim já noto que minha cabeça não dói mais como antes.
- só quero que melhore logo pequena Miss Sanshine
Liv – Vocês e esses apelidos estranhos.
- Não tem nada de estranho, você é americana e nós sabemos que por todo USA há concursos de beleza infantil, apenas encarando o fato minha cara. – eu argumentei tentando ser convincente.
Liv – você quer dizer que me chamou de bonita de uma forma engraçada é isso?
- Digamos que sim. – rimos feitos idiotas, então me toquei que as meninas deviam estar me esperando. Despedi-me de Liv com um beijo na testa e sai do quarto, descia as escadas e encontrei todos na sala, quando me notaram todos voltaram seus olhos para mim, me senti desconfortável e logo corei abaixando a cabeça.
Logo Zayn falou quebrando o silencio que havia se formado.
Zayn – Todos para a festa?
- Precisamos esperar dona Celina. – falei sentando, os garotos me encararam e logo Louis falou.
Louis – porque precisamos esperar por ela?
Lola – Regras, chave do carro, isso explica alguma coisa? – ela falou sem olhar para ele enquanto ajeitava a camisa. Zayn a olhava como fosse a comer com os olhos, harry às vezes direcionava seus grandes olhos verdes em minha direção, na maioria das vezes para minhas pernas descobertas, era irritante o jeito pervertido como ele me observava, me sentia como uma prostituta sendo avaliada por um cliente, era nojento, às vezes ele mordia seus lábios enquanto me fitava fundo nos olhos, eu evitava ao maximo não fitá-lo mas era quase impossível, seus grandes olhos verdes pareciam me puxar para ele, nunca havia me sentido assim.

Harry On

Quando ela desceu as escadas e eu pude ter a visão mais perfeita que já havia visto, um misto de sentimentos tomou conta de mim, algo diferente, nunca sentido por mim, era como se ela fosse a única pessoa na terra, a única que eu via, a única que eu queria sentir.
À vontade te tocar a pele dela aumentava gradativamente, era quase impossível me conter, ela parece ter uma força que me atrai ate ela.

Um beijo dela era a única coisa que eu queria naquele momento, poder sentir ela em meus baços era algo que eu desejava mais do que respirar posso assim dizer.
É estranho, uma pessoa necessitar mais abraçar uma pessoa do que o simples ato de respirar, mas naquele momento era o que eu mais necessitava. O simples toque dela faria eu acalmar meu coração, que apenas por sentir a presença dela já pulava em meu peito tão rápido que dava a sensação de que iria rasgar meu o mesmo. Era estranho se sentir assim, mas ao mesmo tempo tão bom algo mágico que eu sentia quando a via, o jeito difícil dela me fascina, é inexplicável explicar o quanto ela me atrai.

Suas belas curvas me faziam a fitar sem desprender meu olhar de seu corpo, suas pernas era o ponto que eu mais observava e devo admitir que pensamentos maliciosos correram minha cabeça, turbilhões deles. Pode ate imaginas aquele pequeno corpo com curvas de baixo do meu em uma incrível e maravilhosa noite de amor, ate imaginar ela repetindo inúmeras vezes meu nome, mas nada tão pornográfico com eu sempre imaginava dessa vez era algo mais casal, convencional essa e a palavra certa.
Logo mais pensamentos malucos me vieram a cabeça, eu precisava beijá-la essa noite, é algo que necessito, algo que me fará viver.

Zayn On

Ela mexia naquela camisa a cada 5 minutos, algo que me irritava e ao mesmo tempo me acendia, o pensamento de eu tirando aquela camisa passava e repassava na minha cabeça, se eu não me controlasse com certeza pularia nela e tomaria para mim ali na sala mesmo.

Ainda não descobri se o que sinto por ela é algo muito forte um uma mera atração física, a única certeza que tenho é que ela me deixa louco, nos dois sentido, tanto no físico como no sentimental.
Eu a fitava mais uma vez mexer na camisa, mas dessa vez em vez de olhar o relógio em cima da lareira, ela me fitou, quase por impulso não levantei e a agarrei, mas meu autocontrole estava muito forte desde que a conheci. O efeito que ela causava em mim era estranho, mas bom, muito bom.

Eu continuava a fitar, a mesma mexeu mais uma vez em sua blusa, mas dessa vez, ela fez o ato olhando em meus olhos, e acrescentou uma mordida naqueles lábios apetitosos, o meu extinto masculino se acendeu, e logo senti meu membro ganhar vida, eu levei com calma minha mão ate ele e o apertei de leve, para que ninguém notasse minha gafe, mas alguém notou, ela, eu a fitei novamente e ela me observava com um sorriso de vitória no rosto, a raiva tomou conta de mim. “Você é um idiota zayn, um completo imbecil” eu reptia a mim mesmo mentalmente.
Logo ela provocou-me novamente passou sua delicada mão de leve em seu seio esquerdo, ninguém notou alem de mim, que com o ato dela apertei mais meu membro, minha raiva só aumentava, “Merda porque ela ta fazendo isso” eu gritei mentalmente.
Não agüentei mais ela ali se tocando e me deixando mais excitado do que já estava, então levantei com uma mão à frente do meu amigo, e andei ate as escadas, quando pus meu pé direito no primeiro degrau ouvi o grito dela.
Lola – algum problema Zayn? – seu tom era de zombaria o que me irritou mais ainda, não a respondi apenas continuei a subir as escadas, precisava resolver um probleminha mais serio agora, mas juro que ela me paga.

Lola On

O provocar estava se tornando tão divertido, vê-lo tentando se controlar era um tanto quanto engraçado, mas tenho que admitir que zayn causava coisas em mim, alem da raiva é claro, eu também nutria um sentimento um pouco forte em relação a ele, algo bom, algo extremamente bom.

Sentia-me viva perto dele, era como se tudo o que ele fizesse me fascinasse.

Quando ele saiu da sala não pude evitar sorrir, ele passou por mim todo desajeitado com uma das mãos na frente de seu amigo. Decidi que não pararia então falai logo que ele alcançou a escada.
– algum problema Zayn? – falei tentando controlar meu riso, ele parou parecendo pensar, mas nada respondeu logo continuou a subir as escadas.
Minutos depois dona Celina apareceu, ela trazia em suas mãos a chave do carro, ela olhou para mim e falou.
Celina – Não acha muito ousada sua roupa senhorita Lorena?
- creio que não dona Celina, sei muito bem que a muitas meninas da cidade que usam coisas bem mais curtas que isso. – falei argumentando extremante calma. Ela me fitou por alguns minutos e logo voltou seu olhar para todos que estavam na sala, passando o olhar nas roupas de cada menina, quando terminou de fazer isso perguntou andando ate a frente pare que todos tivessem a visão dela.
Celina – onde está Zayn?
- deve estar lá em cima, no banheiro mais precisamente. – falei sorrindo, já podia imaginar o que ele estava fazendo, logo fui desperta de meus devaneios por dona Celina que falou.
Celina – que tal parar de ri e ir fazer o favor de chamar o Zayn, senhorita Lorena. – eu a olhei e apenas assenti subindo as escadas, logo que cheguei lá em cima segui ate o quarto onde os meninos estavam, nem bati na porta, a abri direto, mas me arrependi um pouco, não tanto, mas um pouco sim, eu encontrei Zayn apenas com uma toalha enrolada na cintura, com o cabelo molhado em frente do espelho se olhando (avá que ele tava se olhando nem desconfiava), ele me notou através do espelho e logo se virou, ele andou ate mim e falou perto de meu ouvido.
Zayn – eu te odeio por ter me obrigado a desfazer meu topete, mas te amo por me fazer sentir sensações incríveis apenas por lembrar de seu rosto.
Ele falou isso e logo depositou um beijo em meu pescoço, me arrepiei com o toque de seus lábios em contado com minha pele, ele foi subindo seu beijo em direção de minha boca, eu não tinha força para me mexer o toque dele parecia um veneno paralisador, algo extremamente bom, eu fechei meus olhos quando senti o toque dos lábios de zayn sobre os meus, pressionando de leve, mas que logo se transformou em um beijo quente, ele pos uma de suas mãos em minha cintura, e percorria o caminho de minhas curvas ate meu pescoço, enquanto eu levei minhas duas mãos ate seus cabelos ainda molhados, eu entrelacei meus dedos em seus fios molhados e puxei seu rosto mais para perto de mim, enquanto ele apertava suas mãos entrono de meu corpo diminuindo o espaço que havia entre nós dois.

Nosso beijo ficava cada vez mais quente, ele me empurrou sem desgrudar seus lábios dos meus, fazendo com que eu batesse minhas costas na parede, eu não podia lutar contra ele, o toque de seus lábios sobre mim era algo viciante, um ciclo viciante, algo extremamente bom.
  
Logo senti ele apertando minha cintura, não pude evitar um pequeno gemido entre o beijo, com meu gemido senti-o pressionar mais seu corpo contra o meu, ele andou me puxando junto dele, logo senti algo se chocar com minhas pernas, quando me dei conta do que estávamos fazendo, me soltei dele e por impulso lhe dei um tapa, ele me olhou incrédulo, sem entender o porque de meu ato, alguns segundos me fitando com uma das mãos a onde eu havia o atingido, ele logo falou.
Zayn – ficou maluca garota? – me apareceu mais uma afirmação do que um pergunta, eu logo o respondi.
- você que pe um louco, sai beijando as pessoas assim sempre?
Zayn – não, mas admita que você gostou muito.
- nunca farei isso ate porque não conto mentiras, para falar a verdade foi horrível. – Falei enquanto abria a porta do quarto e antes de fechar acrescentei. – Ah dona Celina pediu que descesse.
Depois que falei isso fechei a porta e caminhei pelo corredor com um sorriso no rosto e eu sabia exatamente o motivo dele, o beijo de Zayn, mas não admitira isso nem sobre tortura, era me pequeno segredo.

Continuo??

20 comentários para continuar...

Demorei mas está ai o capitulo espero que tenham gostado.
Comentem muito suas gatas.
Amo vocês suas liamdas.
(visitinha da minha princesa pra vocês, linda não?)


21 comentários :

Maíra disse... Responder

Divinoooo continua logoo Nanaa sz

Anas disse... Responder

continua amore tah muito bom vey

The Sims 3 blog disse... Responder

Nossa muito bom mesmo eu tava sofrendo de ansiedade para saber o próximo capitulo não faz isso comigo não pela mor de deus posta outro logo!!!!!!

Anônimo disse... Responder

Continua ae

BooBeea. disse... Responder

KKKKKKKKKKKKK, AMMO DMS NANA! *-*

Julia Queiroz de Freitas disse... Responder

Continuaaaa

Emelly disse... Responder

perfeito >.< continua liamda ^^

Anônimo disse... Responder

continua por favor eu necessito ler o resto, é muito legal

Vii Payne ♔ Sofi Styles disse... Responder

Nana, continua antes q eu vá atrás de vc pra te cobrar!! Fora isso tá mto boa sua fic!!!
xx Vii
P.s.: qual é obseu twitter??

Vii Payne ♔ Sofi Styles disse... Responder

Pfvr... Posta logo!!! Conheci o blog pela Vii.e agr eu tô viciada!!! Pelo amor de Deus continua a fic q tá maravilhosa!!!
~~Sofi

Karen disse... Responder

continua anjinha pelo amor de Deus ta muito legal

Karen disse... Responder

continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua, *^-^*

Anas disse... Responder

continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua, exagerada eu? imagina mais quando se pude continua *-*

Directioner disse... Responder

Continua logo por favor!

Anônimo disse... Responder

AAAAAAAAAAAAAAAAAH CONTINUA LOGO PLEEEEASE

Camilaaa disse... Responder

continua logo por favor to super anciosa

Anônimo disse... Responder

Continua logo Nana ~sinta a intimidade~ haha to mto anciosa! Você é doida de deixar a gente doida desse jeito? Se você não postar o proximo capitulo logo, eu vou descobrir onde você mora, e eu não me responsabilizo pelos danos que forem causado ok ? hahaa malikisse linda !

Anônimo disse... Responder

ta muito legal continua

andressa sz disse... Responder

continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua,continua please

@1Dmy_husbands disse... Responder

continua, por favor! Ta mto boa. E aliás, me segue no twitter, por favor? horanhugs liamda

Malu disse... Responder

Continua logo! To quase morrendo aqui de tanta ansiedade menina !

Postar um comentário