Monsoon Cap.07 - Confusion of the Soul



Prostíbulo, 5:23 da manha, Alemanha nazista

Hannah estava deitada em sua cama tinha sobre si um fino e mal cheiroso cobertor que não a protegia em nada do frio, e o mesmo naquela noite era rigoroso, pequenos flocos de neve caiam do céu e a temperatura não passava de -4C°. A garota tentava se esquentar encolhendo-se oque ajudava um pouco, mas ainda estava frio.

O silencio era algo que englobava toda a casa que juntamente se encontrava escura algo que a tornava sombria e melancólica, suas paredes já haviam presenciado tantas coisas que Hannah mal imaginava. De repente um som foi ouvido, o mesmo se assemelhava a pessoas correndo, logo junto desse som pode se ouvir alguns murmúrios e entre eles Hannah reconheceu a voz de Payne, o mesmo parecia dar ordens, o que apenas deixou loira mais curiosa em saber o porquê de toda aquela movimentação.


- Apressem-se. ouviu a voz zangada de Liam e encolheu-se cama, ela temia aquele homem, mas também tinha muita curiosidade para saber o que estava acontecendo, então levantou-se da velha cama, calçou um chinelo e pôs sobre os ombros um velho casaco que havia conseguindo com Belinda. Caminhou sorrateiramente até a sala da velha casa, e escondida atrás da soleira do arco de entrada do cômodo, viu Liam, o mesmo estava trajando sua bela e elegante farda de soldado, o cabelo como sempre com um alto e majestoso topete e nos pés os inseparáveis e quentes coturnos que naquele momento estavam um pouco sujos, terra e neve, sinal de que ele havia ido lá para fora.

POVs Liam Payne

Gritar com aqueles paspalhos não adiantava de nada, eles continuavam lentos, e a pressa deles nos atrasava cada vez mais, Eu havia sido convocado para a invasão da Polônia, a marcha até a fronteira estava sendo formada a algumas horas da velha casa e eu havia acordado os outros para irmos nos juntas ao resto dos soldados, mas me parecia que seriamos os últimos a atravessar a fronteira.
- apressem-se. gritei já irritado com a demora deles.

Eu passei a mão pela parte lateral de meu cabelo em um ato puramente de nervosismo, pus uma das mãos no bolso do grosso casaco e suspirei virando-me, iria até a cozinha, quando de relance vi um vulto, o mesmo pareceu se esconder atrás do arco que dava passagem para a sala, franzi o cenho e andei até lá e encontrei encolhida de cabeça baixa a minha loirinha, a mesma vestia um velho casaco meu, o qual eu havia pedido para Belinda dar um fim, me parece que ela não fez o mesmo.

- que faz aqui? indaguei a puxando para levantar, quando encontrei seus olhos claros senti meu coração tremer, ela tinha os olhos assustados e o rosto pálido, e seus lábios estavam roxos, devia ser por conta do frio, afinal em baixo de meu casaco ela tinha uma leve camisola que ia até abaixo de seu joelho e nos pés um velho chinelo de dedos, ela estava visivelmente exposta a fica resfriada.
- está com frio? perguntei novamente sem deixa-la responder minha primeira pergunta, como sempre ela nada disse, apenas assentiu, eu sorri e a puxei para perto de mim a abracei e disse.
- venha vou lhe conseguir algo quente.

Eu não sabia o porquê estava sendo gentil com ela, eu apenas não queria que ela ficasse com frio, uma parte de mim não queria que aquela garota sofresse, mas outra a fazia sofrer. Hannah me irritava, não por me responder com desacato, pelo contrario por tentar me mudar, ela as vezes, depois de eu violenta-la, falava sobre Deus comigo, dizia que ele era maravilho e que sabia o que planejava, aquilo para mim era ridículo, mesmo ela sofrendo acreditava que seu Deus a salvaria. Ela definitivamente não era uma garota que se encontra todo o dia.

A levei até meu quarto e lá a coloquei em minha cama, que ainda estava arrumada, a tapei e disse.
 - quando amanhecer, não estarei mais aqui, mas se quiser dormir aqui...- deixei a frase solta e olhei fundo nos olhos dela, ela era linda, mas que droga. Balancei minha cabeça e desfiz daquele pensamento, levantei da cama e ajeitei minha farda olhei a garota em minha cama, ela naquele momento parecia tão frágil, parecia precisar de alguém a protege-se, por um momento eu quis ser esse alguém, mas depois que pensei melhor vi que aquilo era loucura, eu devia quer machuca-la e não cuida-la. Virei-me de costa para ela e tentei sair do quarto mas fui impedido por ela.
- onde está indo?

Virei-me novamente para ela e disse.

- vou a uma missão, mas em alguns dias estou de volta, não sinta saudades docinho. me aproximei dela e acaricie seu rosto enquanto olhava fundo naqueles lindos olhos claros.
- não sentirei. disse ela firme.
- não minta seus olhos dizem o quando você irá sentir minha falta, afinal você ama quando te toco assim. afirmei passando levemente uma de minhas mãos sobre o seio coberto dela, senti o corpo da garota tremer, era ótimo ver o que a causava além de medo, ela sentia coisas boas quando eu a tocava eu sabia disso, desde o dia que a escutei gemer em uma noite que a fiz minha.
- não me to-toque. disse ela com a voz falha, ela já estava completamente entregue.

- queria poder ficar e lhe fazer minha, mas o dever de tornar esse país um lugar perfeito me chama, não se preocupe quando eu voltar terminamos isso. disse e logo selei-a, levantei-me e antes de sair do quarto olhei para ela e sorri, Hannah estava estática na cama, apenas me observando sair do cômodo. Era bom saber que eu a deixava daquele modo, vulnerável a mim.

Continua...

Capitulo Anterior                                                    Próximo Capitulo

Em primeiro lugar, gurias eu amo vocês, obrigada pelo apoio vocês são as melhores <3
Agradeço todas as palavras de carinho, eu realmente não sou nada sem vcs, as minhas leitoras, vcs, são incríveis as melhores, eu amo vcs <33

Comentem divas, até o próximo capitulo que tentarei postar amanha!!

Continua com 5 Comentários!


9 comentários :

Lady Sweetie ♛ disse... Responder

Ai meu Deus, adorei o capítulo. Continua <3

Beatriz Sinfronio disse... Responder

Eu amei esse capitulo continua

Leticia Martins disse... Responder

Ainda bem q vc n desistiu de monsoon!! Amei o cap, continua logo hem

Joyce Rayane Dos Santos Silva disse... Responder

Ai que perfeito Continuaaaaaaa ♥ ♥ ta incrível♥♥♥

Elisamara Costa disse... Responder

Leitora nova!!
Adorei o capítulo pf continua*-*

micheli steinhorst krebs disse... Responder

Aiii Jesus!!
Liam ta sentindo o que eu to imaginando? Senhor!
Continua pfv,tá bom demais e obg por não ter desistido de Monsoon ><

Mina1d disse... Responder

Amei , perfeita essa fic , postar logo beijinhos tchau ♥

Anônimo disse... Responder

continua tá ótimo

Larii Malik disse... Responder

Uiaaa ameiiiiiii a fic ta perfeita <3 *---------*

Postar um comentário