Truly,Madly,Deeply 60 - BBCNews

Niall Horan ♥ | via Tumblr
– Eu vim falar sobre o casamento 
Frank sorriu involuntariamente com tais palavras
Sr. Johnson: Vejo que mudou de opnião 
Niall: Er...
Sr. Johnson: Conte–me mais sobre sua mudança repemtina 
Niall: Eu – piragelou – li o contrato
Sr. Johnson: Então...
Niall: Irei me casar com a... – Frank pediu para continuar – com a Nancy – disse seco
Sr. Johnson: Perfeito! Quanto mais cedo melhor! – apertou a mão de Niall – Irei preparar tudo
Niall: Mas pra quando? 
Sr. Johnson: Talvez daqui há duas semanas
Niall: Duas semanas?!
Sr. Johnson: Sim, quanto mais cedo melhor 
Niall suspirou e deixou a sala deixando Frank confuso.
[...]
O tempo agradável havia deixado Londres assim como Niall havia deixado Angel. As aulas retornaram para tristeza dos alunos. 
Angel tentava de todas as formas conversar com Niall, mas desta vez, ele parecia ignorar–la. 
Talvez eu merecesse isso, pensou Angel.
Jessie ainda não havia partido, mas Zayn parecia deprimido cada vez mais. Jessie se sentia mal por deixar Londres, seu namorado, sua familia e amigos por conta de uma faculdade, mas era o necessário. 
Niall pensava em Angel cada dia mais, ele tentava esquecer–la, mas parecia quase possível. Angel estava preocupada, ela sabia que Niall estava irritado e sabia que ele estava irritado com ela. 
Angel P.O.V's
Eu já não sabia mais o que fazer, eu me sentia humilhada. Em todos os intervalos das aulas eu corri até Niall, mas ele fingia que eu não existia. Zayn me deu uma bronca, disse que ele iria me magor de novo, mas as palavras de Harry não saeem da minha cabeça. 
Olhei para o relógio que estava emcima da lousa, ele marcava 11:05, faltavam quinze minutos para sermos 'despeijados'. O barulho que os alunos faziam era insupoetavél, e eu já estava sentindo pena do professor ai falando sozinho. Revirei os olhos e fiquei olhando para o teto. Sabe quando a aula está um saco e você não tem nada pra fazer? Algumas garotas enviam mensagem para outras, que geralmente falam mal do cabelo de outra garota: "Vc viu o kabelo dakela menina? 'Aff RI–DI–CU–LU u.u". E também tem aqueles que folheiam o livro de ciências e qualquer bicho feio que encontram falam: " Olha aqui você". Eu não sabia o que fazer, então decidi ficar observando a porta, bem não exatamente isso, em todas as portas da escola, tem uma especie de 'janela' onde você pode ver o corredor. Eu sempre observo aquilo quando não tenho nada pra fazer e agora não seria diferente. 
Fiquei observando o corredor até que um objeto familiar passou por lá, era Grace, assim que ela me percebeu ali, eu tentei de todas as formas me esconder, mas ela estava gritando meu nome e a sala toda ficou me olhando.
Professor: Algum problema Angelina?
Eu: Não, pode continuar – nisso o professor continuou a aula
Eu respirei fundo e fui até o professor
Eu: Eh, eu posso ir ao banheiro?
Professor: Pode – cerrou os olhos e me entregou um passe.Sorri e sai da sala.
Eu: Grace você 'tá com o quê? – disse entre–dentes
Grace: Você foi explusa? 
Eu: Não, pedi para ir ao banheiro
Grace: Oh, então pode ir, eu te espero aqui
Eu: O quê eu vim falar com você
Grace: Ah, entendi – cerrei os olhos
Eu: O que você quer?
Grace: A Lily vai dar uma festa hoje...
Eu: Quem é Lily?
Grace: Não vem ao caso agora, ela me convidou para uma festa e disse que eu posso levar algumas pessoas
Eu: E...?
Grace: E você vai
Eu: Não, eu tenho coisas importantes para fazer 
Grace: Assistir Horror da América não é importante
Eu: É American Horror Story e é muito importante!
Grace: Angel por favor, você não queria esquecer o Niall?
Eu: Eu nem sei mais o que eu quero – suspirei
Grace: Você vai e ponto final! – me empurrou pra sala de aula e novamente todo mundo ficou me olhando, que maravilha!
[...]
Depois de passar uma hora aturando Jessie e Grace falando de como o cabelo do Zayn é perfeito e como o Liam é gentiu, eu mesma tive vontade de me jogar na fonte enorme que tinha naquele shopping. Eu perdi a conta de quantas sacolas Grace estava carregando. Eu não sentia meus pés, não sentia meu corpo, sentia apenas uma coisa. Fome.
Eu: Vocês querem me matar?
Jessie: O que foi dessa vez? – revirou os olhos
Eu: Eu não como a três horas! – disse entre dentes
Grace: Eu queria saber pra onde vai essa comida
Eu: Quer mesmo que eu explique? – Grace revirou os olhos
Jessie: Que tal fazermos como aquela vez?
Eu: Tchau – entreguei a sacola para Jessie e fui até a praça de alimentação.
Depois de comer um hambúrguer fabuloso, fui até uma loja que estava lotada de patricinhas.
Atendente: Posso ajuda–la? – tomei um susto quando ouvi a atendente
Eu: Eh, eu estou olhando algumas coisas...
Atendente: Alguma ocasião?
Eu: Um festa de 'aborescentes' 
Atendentes: Ah, entendi, você precisa de um look solto, mas agradável – por um momento pensei que estava em um comercial – Tem alguma preferência?
Eu: Não, quer disser, eu gosto de vestidos, mas não decotados e curtos...
Atendente: Eu sei exatamente o que você precisa! – correu até um vitrine – Que tal este? – tirou um vestido preto simples.
Eu: Eu adorei este! – apontei para um look montado

Atendente: Ah, este é perfeito não? Estas são as ultimas peças – que droga – O tamanho  quarenta – arregalei os olhos
Eu: Ah, perfeito! – dei um sorriso falso
Atendente: Então, vai levar? 
Eu: Claro – entreguei o vestido e o cartão
Atendente: Vamos – me levou até o caixa
Como eu sou uma pessoa com completa noção de seu corpo, levei as peças de tamanhos quarenta. Eu espero que toda a gordura da comida de longos dois anos resolva aparecer agora, eu nunca me considerei uma pessoa magra, mas digamos que quarenta não caberiam em mim, ficaria folgado. Peguei a sacola, agradecei e sai da loja. Quase em frente da mesma, estava uma loja de sapatos, acho que esta é a pior parte, eu tenho certeza que tênis não daria certo com essa roupa. Mas aquela loja parecia especial, o jeito como as pessoas saiam e entravam era completamente adorável. Dei alguns pulinhos até a loja e fui recebida com bebidas, bolinhos e atendentes alegres e frenéticos. 
Depois de recusar oito sapatos, finalmente encontrei um perfeito, sai da loja gravando o seu nome, ela era perfeita, era alegre e divertida. Comprei algumas pulseiras e outras coisas. A essa altura eu já havia me perdido de Jessie, na verdade isso aconteceu há umas duas horas atrás. Peguei um táxi e voltei pra casa, o taxista era tão chato, ele estava escutando a rádio BBC News e ainda ficava debatendo sobre a crise na Urânia, em algumas vezes eu quis falar o quanto ele estava errado, mas percebi que isso geraria mais conflitos. Assim que cheguei em casa, percebi o carro dos meus pais em frente a nossa casa, com certeza eles estava lá, eu só queria saber o que eles vão fazer em relação a Jessie, ela iria viajar amanhã e eles definitivamente não a deixariam ir para festa alguma. 
Assim que abri a porta pude ouvir a briga que já estava acontecendo.
Jessie: Por favor mãe! – insistiu
Mãe: Se você for a esta festa não irá para a Califórnia – anunciou
Jessie: Mãe! 
Eu: Mãe você não acha que está sendo injusta? – disse fazendo com que as duas tomassem um susto
Mãe: Não estou sendo injusta, você sabe o que acontece depois que a Jessie vai para uma festa!
Jessie: Eu volto as duas horas eu prometo
Mãe: Não!
Eu: E o último dia dela aqui, deixa ela ir mãe
Minha mãe hesitou um pouco, mas logo respondeu
Mãe: Tudo bem, mas volte as duas! – ordenou
Jessie deu alguns pulinhos e eu fiquei feliz por ela.
Subi as escadas, entrei no meu quarto e me joguei na cama, que horas são? Eu estou morta de cansaço. 
Jessie: Obrigada manhinha! – entrou no meu quarto 
Eu: Só fiz isso pra não ir sozinha para a festa
Jessie: Agora você não vai. Deixa-me ver a sua roupa – puxou a sacola da minha mão
Eu: Não! – puxei da sua mão
Jessie: Deixa-me ver! – puxou e eu voltei a dormir – Ah, é lindo!
Eu: Legal – resmunguei
[...]
Depois de ser acordada pelos gritos de Jessie, percebi que já era tarde. Jessie já estava quase arrumada. Eu não estava nem um pouco ansiosa pra essa festa. Eu não sei o que fazer para me divertir, talvez ficar assistindo American Horror Story ou The Waking Dead me deixem no ápice da felicidade. Eu detesto admitir que Niall me deixasse feliz.
Jessie: Angel! Arrume-se
Eu: Por quanto tempo eu dormi?
Jessie: Cala a boca e se arruma!
Revirei os olhos e fui tomar banho. A água estava fria, fria demais, o que me fez sair dali rápido. Enrolei–me em uma toalha e sai do banheiro
Jessie: Cuida Angel! – apareceu do nada
Eu: Que susto Jessie!
Fui para o quarto, tranquei a porta e comecei a me arrumar. Tirei as roupas da sacola, os sapados e os mimos também. Vesti minhas peças íntimas e depois o top, ele ficou lindo, depois vesti a calça ficou um pouco folgado, mas tudo bem. Arrumei meu cabelo e fiz uma maquiagem, mentira, passei apenas um delineador, apenas. Calcei o sapato lindo, olhei no espelho, estava perfeito, mas faltavam algumas coisas. Acabei vestindo uma jaqueta, sorri a me ver no espelho. Desci arrumada e corri até Jessie.
Eu: Vamos – sorri
Jessie: Aleluia – desligou o telefone. Ela estava linda
Eu: Estava falando com a Grace?
Jessie: Sim, ela vem buscar a gente.
Eu: Ah – sentei no sofá  – Cadê o papai e a mamãe?
Jessie: Saíram – sorriu
Eu: Ah, eles não se importam conosco não?
Jessie: Assim é melhor! – observou o celular – A Grace já chegou, vamos!
Eu: Eh festa – fingi uma animação
Jessie: Se anima garota – bateu em meu ombro
Saímos de casa, Jessie fechou a porta e fomos até o carro de Grace. Jessie ficou no banco da frente e eu fui para o 'banco das crianças'
Grace: Jessie, você não acha que já está na hora de comprar um carro?
Jessie: Enquanto você estiver aqui, não
Eu: Onde é a casa da...
Jessie: Lily
Grace: Não se preocupe, é em Londres – deu partida no carro
Jessie botou na rádio e BBCNews me aterrorizou de novo
Eu: Fala sério Jessie!
Jessie: Eu tenho que ouvir, vou viajar amanhã, preciso saber o clima, os voos...
Eu: Eu não mereço – afundei no banco
–– A noite em Londres está com o tempo agradável, algumas nuvens cobrem o céu. Algumas pessoas aproveitam a semana para viajar e de acordo com os aeroportos nenhum voo será cancelado.


Olá \o/
Como estão? Gostaram do layout? ^^
Pra quem observou direito tem uma agendinha ali, não vou poder atualiza-la com TMD, mas quero que saibam que vou postar toda Quarta e Sexta, tudo bem?
Espero que tenham gostado do capitulo! Ah, eu estava pensando em fazer um Truly, Madly, Deeply 2, o que acham? 

4 comentários :

Anônimo disse... Responder

Oii bom sou nova leitora e estou AMANDO sua fanfic!!!
Acho legal a ideia de vc fazer um Truly Madly Deeply 2 *---*
Beijinhos -Nicole

Joyce Rayane Dos Santos Silva disse... Responder

adorei a ideia de Truly Madly Deeply 2 <3 ansiosa pelo próximo capítulo

Mariana Denvis Horan disse... Responder
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariana Denvis Horan disse... Responder

Caraca já faz um tempinho que eu não comento aqui mas agora tive que comentar caraca você escreve muito bem ! TMD é vida <33
Se você fizer TMD 2 eu piiro !!
~se vc puder é claro~ coloca trilha sonora do McFly *-*-*

Postar um comentário