Truly, Madly, Deeply 61 - Esqueça dele e se divirta essa noite (Parte I)

 
Eu havia perdido de quantas vezes revirei os olhos. Jessie era insuportável ainda mais com Grace. As duas eram sem dúvida a pior mistura do mundo!
Depois de horas ouvindo conversa fiada finalmente chegamos a casa da Lily, a casa era enorme, havia um jardim e uma piscina enorme. Várias pessoas compunham o lugar, tornando aquilo muito divertido ao meu ponto de vista.
— Grace! – acenou
Eu: Quem é? – perguntei baixo
Jessie: A Lily – disse entre dentes
Lily: Olá Grace! – abraçou Grace – Jessie! – abraçou Jessie – E você é a...? – apontou para mim
Quando iria abrir a boca para responder Jessie me interrompeu
Jessie: Angel, ela é minha irmã.
Lily: Olá Angel, meu nome é Lily – apertou a minha mão – Estão gostando da festa?
Grace: Claro!
Lily: Meus pais viajaram para Itália e ficarei sozinha por duas semanas – levantou os braços
Grace: Dá de fazer bastante festa! – sorriu
Lily: Concordo! Então, eu vou falar com alguns amigos, fique a vontade! – sorriu
Jessie: Tchau
Lily: Depois a gente se vê! – gritou
Grace: Isso aqui tá horrível!
Jessie: Completamente – analisou o lugar
A única coisa que fiz foi: sorrir. Elas eram com as outras garotas, falsas.
Grace: Jessie olha aquele garoto – puxou Jessie
Eu: O que aconteceu com o Liam e o Zayn? – arqueei a sobrancelha
Grace: Nós estamos bem, mas e você?
Eu: Eu sou casada
Jessie: A lei não permite que você se case com o Jack Frost – as duas riram e eu revirei os olhos
Eu: Eu estou bem obrigada, e aquele garoto é feio!
Grace: Ah, por que eu aceitei namorar?! – Jessie riu – Vamos beber dançar, sei lá, vamos sai daqui – puxou Jessie.
E eu fique ali no meio da casa, no meio das pessoas que estavam dançando, eu sabia que isso iria acontecer. Fui até uma mesa onde você podia encontrar qualquer tipo de bebida, entre vodcas e bebidas coloridas estava escondida uma latinha de Coca-Cola.
Eu: Eu nunca vou ser rebelde – peguei a latinha, abri e dei um gole.
Estava tocando She Wolf, uma música um pouco antiga e muito boa. Se eu estivesse em meu quarto provavelmente já estaria descabelada. Eu tomei alguns goles de Coca-Cola e fiquei batendo o pé. Algumas garotas presentes ali, me encaravam com se eu estivesse vendendo paçoca. Talvez aquela roupa não fosse adequada, me sentia uma vadia, eu deveria ter aceitado o vestido.
A cada minuto o número de pessoas presentes aumentava. A porta era aberta a todos, vários adolescentes podiam entrar, tinha até uma criança na piscina. Tomei mais um gole da Coca-Cola, assim que terminou She Wolf começou Lies, de McFly. Eu havia perdido Jessie e Grace e estava tomando Coca-Cola. Estreitei os meus olhos e vi um topete um pouco longe de onde estava. Zayn. Deixei a lata vazia em cima da mesa e corri até ele.
Eu: Zayn! – cutuquei seu ombro e ele virou assustado
Zayn: Angel, o que você faz aqui? – perguntou confuso

Eu: Grace e Jessie me arrastaram– suspirei – E você veio com quem? – por favor, não diga 'com os meninos’
Zayn: C–com os meninos – fechei os olhos
Se ele veio com os 'meninos' o Niall com certeza estava aqui
Eu: Você sabe de algum armário, quarto ou porão onde eu possa me esconder? – Zayn riu
Zayn: Não – sorriu
Eu: Se olhar a Jessie diga que foi ótimo tomar refrigerante sozinha, eu estou indo – acenei.
Zayn: Não vai embora por causa do Niall – puxou meu braço
Eu: O garoto é insuportável, eu tentei pedir desculpas, mas ele nem me olhava direito, na verdade nem sei por que iria me desculpar!
Zayn: Acho que terminar com o Harry foi a pior coisa que você fez – o encarei
Eu: Acho que a pior coisa foi ter feito àquela aposta
Zayn: Mas ela nem foi comprida
Eu: Seria pior, eu iria sofrer mais – olhei para o chão.
Zayn: Você ainda vai – falou baixo, ergui o olhar para Zayn e o olhei confusa.
Eu: Como as...
Zayn: Quer beber? – me interrompeu
Eu: Zayn o que você...
Zayn: Já comeu Dioritos?
Eu: Zayn?!
Zayn: – revirou os olhos – Por que não fala com ele? – disse e saiu
Eu: Você sabe por quê! – gritei por conta da música alta.
De repente eu fiquei observando todo o canto daquela casa como se eu estivesse em um episódio de CSI. Eu estava com aquela sensação de novo, aquela sensação que eu sempre sentia quando ele estava por perto.
Eu estava caminhado até a porta, as pessoas não facilitavam muito. Assim que passei por ela, pude respirar fundo. Havia me livrado de confusões futuras. Jessie voltaria cedo, então iriamos nos encontrar em casa. Sinto-me mal pela Grace, mas não posso ficar aqui.
Estava frio e a minha roupa claramente não me aquecia o suficiente. Encolhi meus braços e deixei a festa em passos rápidos.
Eu sou fraca, uma nuvem a deriva, eu me tornei em uma estátua e isso me deprime. Niall tirou um grande pedaço de mim. A única coisa que eu gostaria de fazer agora? Chorar. Parece que eu não posso ouvir o nome Niall que meu corpo fica rígido, minhas pupilas dilatam e minha respiração fica falha, isso acontece desde o dia que nós terminamos. E desde então sinto fraca. Fraca demais.
– Quer um casaco? – uma voz rouca fez com que o meu corpo congela-se.
Hesitei em virar pra ver o rosto, eu sabia de quem era aquela voz, era a voz dos meus pesadelos, o motivo das minhas lágrimas.
Eu: Me deixa – andei mais rápido.
Niall: Eu quero falar com você – puxou meu braço
Eu: 'Tá okay agora você quer conversar – ironizei
Niall: Sim – deu um sorriso irônico
Eu: Niall você acha que eu sou o quê? – perguntei séria
Niall: Uma garota fantástica! – revirei os olhos
Eu: Quero a verdade
Niall: Está é a verdade!
Eu: Usou isso com a Nancy?
Niall: Angel...
Eu: Eu respondo a pergunta, você acha que eu sou uma vadia idiota que sempre vai estar livre pra fazer sexo com você sempre que quiser.
Niall: Eu nunca...
Eu: Para de ser sínico, idiota, isso me... Irrita – encolhi os ombros
Niall: Angel eu quero conversar com você – inclinou-se para frente – aquela conversa que nunca tivemos
Eu: Essa conversa nunca vai rolar
Niall: Precisamos conversar, eu odeio ver você triste, sei que a culpa é minha
Eu: Você acha que eu fico triste por sua causa? Saiba que não – menti
Niall: Então por que esta indo embora da festa?
Eu: Eu não gosto de festas...
Niall: Precisamos conversar!
Eu: Quer saber eu vou embora
Niall: Angel – puxou meu braço novamente
Eu: Quem você pensa que é?
Niall: Eu amo quando você fica com raiva – me puxou para perto
Eu: Não enche! – empurrei ele e segui em frente.
Niall: Vamos voltar pra festa – me puxou de novo
Eu: Niall me solta!
Niall: Vamos voltar, eu juro que não faço nada demais
Eu: Não! – disse sai
Niall: Não somos amigos? – gritou
Eu: Nunca seremos amigos – gritei
Caminhei em frente, eu teria que pegar um táxi ou ônibus, estava muito longe de casa. Parei e uma esquina e encostei a costa em um muro que havia ali. Eu deveria fazer isso? Se eu for embora ele vai se sentir autoritário, com algum poder sobre mim. A coisa certa seria ir para aquela festa e mostrar que sou forte e imune aos encantos de um irlandês. Eu  deveria fazer a coisa certa, pelo menos uma vez, mas alguma coisa pede pra que vá pra casa. Geralmente quando estou a beira de fazer besteira, eu sigo o outro caminho, e acaba saindo uma besteira maior. Então, devo seguir a primeira opção: ir para festa e mostrar que sou forte, e é isso que vou fazer. Respirei fundo e voltei andando a festa, eu precisava mostrar que era forte o suficiente. Ela parecia mais animada. Assim que passei pela porta novamente, pude ver Jessie com uma expressão preocupada andando de um lado para o outro, com ela estavam Grace, Zayn e Liam. Sorri e fui até lá.
Eu: Oi Jessie – sorri
Jessie: Onde você estava garota?!
Eu: O seu namorado não te deu o meu recado? – olhei para Zayn
Zayn: Ela não me deu tempo!
Grace: Eu não acredito que você ia embora? – cruzou os braços
Jessie: Por que ia embora?
Olhei para Zayn e Liam e eles se entreolharam
Eu: Por quê todos aqui estão em casais – isso estava mais para uma pista do que resposta concreta.
Liam: Desculpa Angel – abaixou a cabeça, ele entendeu!
Grace: Desculpas por que? – perguntou confusa
Eu: Quando eles vem em grupo...
Zayn: O Niall vem junto – completou
Jessie: Angel eu não...
Eu: Sem problemas! – sorri de lado
Grace: Mas você voltou não é?
Eu: Se eu fosse embora ele iria pensar que tem alguma autoridade sobre mim
Zayn: Ele vai pensar que você tem medo dele – debochou
Eu: Não tenho medo dele!
Jessie: Acho que todo mundo pensa isso
Eu: Como assim?
Grace: Todo mundo pensa que você tem medo do Niall, por isso foge dele
Eu: Não tenho medo do Niall, não suporto ficar no mesmo lugar que ele. E eu até ia pedir desculpas...
Liam: Por que iria pedir desculpas? Ele que deveria!
Grace: A verdade é que eu não sei por que terminaram – disse confusa
Entreolhamo-nos e ela ficou mais confusa ainda. Grace não sabia o que Niall tinha feito, eu nunca contei a ela, e com certeza nem Liam, nem Zayn, nem Jessie haviam contado.
Eu: Nós brigamos, foi isso.
Grace: Essa briga deve ter sido feia! – sorriu
Eu: O Harry veio?
Jessie: Vai pular pro outro campo? – ignorei
Liam: Não, ele, ficou em casa. – eu sabia que isso era minha culpa
Jessie: Então, vamos beber? É o meu ultimo dia aqui
Grace: Eu queria só ver a cara do pessoal quando te ver de ressaca! – gargalhou
Jessie: Eu não vou beber no estilo Mary Jane Holland – gargalhei
Zayn: Eu vou controlar ela – abraçou Jessie
Grace: Olha só quem fala!
Liam: Da ultima vez que bebeu você lembra o que aconteceu!
Eu: Eu quem o diga!
Grace: Mas o que foi que aconteceu mesmo?
Eu: Eles foram pra festa da Jessie e o Zayn bebeu demais
Jessie: Ele teve que ir para o hospital
Zayn: Eu não me lembro de nada
Liam: Eu me lembro do Harry e do Louis discutindo
Eu: E falando que eram bolinhos de arroz – gargalhei
Zayn: O importante é que: eu não posso beber daquele jeito, e o Liam vai me ajudar nisso.
Liam: Lá vamos nós – sorri
Jessie: E quem segura a Angel?
Eu: Ei! Eu não vou beber tanto assim
Jessie: Eu também disse isso quando fui a minha primeira festa!
Liam: Se esta é a sua primeira festa, precisa ser demais!
Grace: E você tem que começar bebendo bastante
Zayn: Você se esquece do mundo... E do seu nome
Liam: Mas em compensação, você pode para em uma maca de hospital – rimos
Grace: Então se divirta
Zayn: E esqueça-se dele por uma noite
Eu: Eu preciso mesmo disso – sorri de canto
Jessie: Então vamos começar!
Eu: Vamos!
Nós corremos para a mesa cheia de bebidas e pegamos uma pra cada. Acabamos achando o Louis perto da mesa. Ele sorriu e me abraçou de lado
Zayn: Um brinde a Jessie e a sua faculdade – ergueu o copo
Jessie: Um brinde ao topete do Zayn, que continua firme – ergueu o copo, sorri.
Grace: Um brinde a primeira festa da Angel – ergueu o copo
Liam: Um brinde ao nosso futuro ator, Louis Tomlinson – ergueu o copo
Louis: Um brinde a mim – ergueu o copo, todos sorriram.
Eu: Um brinde a todos nós, que nossos desejos se realizem, assim como os nossos sonhos – ergui o copo e brindamos. Não hesitei em tomar aquela bebida, precisava daquilo.
Jessie: Agora vamos pra pista! – gritou
Demos alguns gritos animados e fomos pra pista, como ela disse. De repente aquilo que eu estava sentindo sumiu, parecia que a noite estava mais longa, eu me sentia feliz, pelo menos por essa noite eu posso esquecer ele. E isso é incrível.

Próximo capitulo terça-feira

2 comentários :

Joyce Rayane Dos Santos Silva disse... Responder

Omg to amando <3

Anônimo disse... Responder

Continua logo! Amo essa fic. Quero q a Angel fique com o Nialler, mas ñ quero q o Hazza sofra. Enfim continua Liamda.
Xx Jeh Tomlinson xx

Postar um comentário