Truly,Madly,Deeply Capitulo 55 - Todo mundo quer um final feliz!



Untitled | via Tumblr

Logo depois da queima de fogos,Angel e Harry foram para uma pequena festa que havia ali,mas não demoraram muito lá dentro.
Harry: Vamos,não podemos passar as primeiras horas de 2014 com desconhecidos – puxou Angel da festa
Angel: O que vamos fazer então?
Harry: Não sei,são 2:34,não tá com sono?
Angel: Não,eu bebi refrigerante demais
Harry: Vamos pra casa – pois uma mecha do cabelo de Angel para trás de sua orelha
Angel: Mas já? – Harry sorriu e olhou nos olhos de Angel,ela era tão linda e inocente,não acreditava que Niall havia feito isso com a garota.
Harry pegou o queixo de Angel delicadamente
Harry: Vamos – deu um selinho em Angel.Os dois saíram de lá com as mãos dadas.
Harry faziam com que Angel se sentisse segura, isso era o que ela desejava naquele momento,um anjo da guarda,um guarda costas,para Angel,Harry era tudo aquilo.
Ao chegarem perto da pista,Harry fez sinal para um táxi,que logo parou
Harry: Boa Noite – deu um beijo na testa de Angel
Angel: Nos vemos amanhã?
Harry: Claro – deu um riso mostrando suas irresistíveis covinhas
Os dois selaram seus lábios,mas o selinho logo se transformou em um beijo. As mãos de Angel foram até o pescoço de Harry. Ele pôs as mãos na cintura de Angel,os dois se beijavam intensamente.
Ao longo do tempo o beijo foi se transformando em um desejo: sexo talvez,mas as coisas estavam correndo rápido demais. Angel atracou seus dedos nos cabelos de Harry,que deu um pequeno gemido.
A buzina do taxista fez com que Angel mordesse o lábio de Harry. Logo os dois deram uma risada e selaram seus lábios de novo
Angel: Eu preciso de você – disse no ouvido de Harry.

Uma grande parte do corpo de Harry queria aceitar a proposta escondida por trás dessa ingênua frase que Angel acabou de falar,mas pela primeira vez,ele iria descartar essa possibilidade,agora.
Harry: Boa Noite,senhorita Gray – disse sorrindo
Angel: Desculpa,Harry – Angel percebeu a estupidez que havia feito,ela deu um sorriso tímido e disse: – Até amanhã – deu um riso forçado e entrou dentro do táxi.
Angel disse o endereço de sua rua e o taxista pode fazer seu trabalho
Ao ponto de vista de Angel,a imagem nítida de Harry sumindo ao poucos não era nada bom,quem sabe aquele seria seu anjo para o resto da vida. Angel encostou a cabeça no vidro da janela do carro e ficou pensando na vida e em algum momento,pensou em Niall. Angel pensou em dar Feliz Ano Novo a Niall,mas logo afastou esse pensamento.
O frio parecia instalar–se no carro,mesmo com o aquecedor e casaco,Angel sentia muito frio. Desde que largou os braços de Niall,nenhum casaco ou cachecol cuidara de seu frio,ele parecia não ter mais fim. Angel pediu para o taxista que aumentasse um pouco o aquecedor,e ele fez o que a garota pediu.
Angel ajeitou–se no banco e encolheu seus braços. Este seria um inicio de ano muito frio. O que ela temia.
O táxi parou,Angel abriu os olhos e viu que o transito não estava nada bom. Um engarrafamento acabara de começar. Com as diversas pessoas voltando para casa,o trânsito ficou lento. Angel afundou no banco do carro e murmurou um "caralho". Seria uma longa viagem
Enquanto isso...
Depois de passar a meia–noite pensando em como foi burro,Niall achou melhor reuni–se a sua família pelo menos algumas horas. A mesa estava organizada e toda a família se reunia em volta da mesma. A namorada de Greg,Denise,também estava na mesa,ela resolveu passar a virada do ano com seu fiel namorado. O prato de Niall estava do mesmo jeito de antes,ele não tocou em nada,apenas beliscou algumas batatas.
Era como se o tempo estivesse em câmera lenta,todos conversavam,serviam–se e Niall apenas mudava o garfo de lugar. Quem sabe ele pode mudar neste ano? Tudo o que ele mais queria era que Angel o perdoasse,ele queria um final feliz,era o que todos querem não?
Greg: Eu queria fazer um anuncio muito especial – uma voz despertou  Niall de seus pensamentos. Era Greg,seu irmão,ele estava prestes a fazer um anuncio de tanto – Eu e a Denise,iremos nos casar – disse com um longo sorriso no rosto,todos presentes ali aplaudiram o novo casal,até Niall. Ele estava feliz,pelo menos seu irmão conseguiu seu final feliz.
Niall: Parabéns Greg,desejo toda felicidade para vocês – disse em um tom triste,mas ao mesmo tempo alegre
Greg: Obrigado irmão – deu um leve tapa no ombro de Niall
Depois do jantar,todos ficaram conversando na sala sobre o casamento,família,preparativos e outros assuntos relacionados ao casamento.
Niall estava feliz por seu irmão,mas se sentia preso ali,uma fadiga tomou seu corpo,ele não conseguia mais interagir com a sua própria família! Ele pegou seu casaco,deu um beijo na testa de sua mãe e disse:
Niall: Eu vou visitar alguns amigos – deu um sorriso falho,sua mãe assentiu.
Assim que Niall passou pela porta sentiu seu corpo quente ser tomado pelo frio,ele se encolheu contra o casaco,o que fazia o frio sumir de tal maneira. Ele não sabia para onde iria,com certeza não iria " visitar alguns amigos",aquilo foi apenas uma desculpa para vagar pela rua sem rumo até umas cinco horas. Por mais que ele quisesse ir até a casa de Angel,ainda havia uma pergunta: ela iria deixa–lo falar? Isso parecia impossível,mas mesmo levanto xingamentos e até tapas,Niall iria pelo menos tentar ir até lá. Ele seguiu até a parada de ônibus que estava vazia por conta do feriado. Não demorou muito pra que o ônibus chegasse,Niall subiu nele,cumprimentou o motorista e se sentou perto da janela. Ele começou a pensar em Angel e lembrou quanto seus amigos estavam bêbados,e de como ela o odiava. De como ele se apaixonou por ela profundamente com apenas um toque.
Niall amava Angel,e isso era quase impossível não notar. Parecia que os olhos azuis foram domados por Angel. Os mesmos olhos agora estavam sofridos e tristes,com um tom mais escuro.
Isso foi culpa de Angel? Não,a garota sofreu muito e nunca faria isso com alguém que amasse. A culpa foi de Niall,ele não podia deixa–se envolver por Angel,mas se isso houvesse acontecido,ele estaria triste do mesmo jeito.
Havia dois grandes erros na vida de Niall: primeiro -  Ele jamais poderia aceitar aquela inútil proposta. Segundo – Jamais poderia ter feito Angel sofrer.
Mal sabia ele,mas aquele seria a garota que iria faze–lo feliz pro resto da vida.
Niall despertou de seus pensamentos quando o ônibus parou na rua de Angel,cuja sua casa não era tão longe dali. Em enfiou as mãos no bolso do casaco e foi andando até chegar à casa dela.
Ele observou a casa,sorriu a lembrar de alguns momentos,mas logo seguiu em frente. A casa estava escura,mas para Niall a possibilidade de Angel sair era quase improvável,ela gostava de ficar em casa,mas seus pais poderiam ter arrastado–a para algum lugar.  Mesmo assim,o garoto deu três batidas na porta. Não obtendo muito sucesso,deu mais três,ninguém respondia. Niall sabia que isso poderia aborrecer os vizinhos,mas mesmo assim começou a gritar o nome de Angel,sabendo que ela não estava lá.
Helena: Ela saiu,moço – a pequena garota deu um pequeno grito
Niall: Quem é você?
Helena: Eu sou vizinha da Angel,você é o namorado dela? – Niall hesitou em responder,ele sabia que Angel jamais aceitaria as pessoas o chamando de namorado quando ela quer distância dele
Niall: Sim,sou o...sou o namorado dela – respondeu um pouco feliz
Helena: Eu vi ela saindo com outro garoto...
Niall: Outro garoto? – perguntou cabisbaixo
Helena: Sim,eu a vi saindo com um um garoto enquanto saia com a minha mãe
Niall: Então...– abaixou–se um pouco já que a garotinha era menor que ele – Pode me dizer como era esse garoto?
Helena: Ele era alto,muito alto,tinha muito cabelo,elea estavam um pouco bagunçados,ele vestia um casaco marrom. Não dá de falar muita coisa,eu vi ele muito rápido e estava escuro...
Niall: Okay,eu entendo – levantou–se
Helena: Vocês vão brigar? – perguntou a garota indefesa
Niall: Não eu só... vim desejar feliz ano novo a ela. Esse tal garoto é só um amigo – deu um sorriso falso
Helena: Não briga com ela por favor,ela gosta de você e vocês deviam ficar juntos pra sempre – em um momento a ideia de que crianças só falam bobagens foi descartada da cabeça de Niall.
Niall: Nós–nós,vamos ficar juntos para sempre – disse em meio a sua sorriso tímido.
Uma voz chamando Helena ecoou no bairro inteiro,com certeza seria sua mãe a chamando
Helena: Espero que vocês tenham um final feliz – disse com um sorriso enorme
Niall: Você também,princesinha – disse rindo também
Helena acenou com a mão e deu o ultimo alerta:
Helena: Não briguem!
Niall: Pode deixar!
Niall sentiu–se feliz por alguns minutos.  Que cada palavra desta menina se torne realidade! Agora Niall queria falar com Angel mais do que queria há alguns minutos atrás. Então ele decidiu esperar–la ali sentado,e foi isso que ele fez.
Enquanto Niall esperava Angel sentado na sua calçada,a garota implorava para voltar para casa,o trânsito estava mais pesado e ela estava ali a mais de duas horas.
Angel: O senhor poderia parar aqui? – pediu a garota
Taxista: Tem certeza que quer parar aqui? Esta muito tarde para você ficar andando por ai
Angel: Eu preciso ir para casa logo,tenho certeza que irei ficar bem
Taxista: Tudo bem – apertou o botão para abrir a porta – Pode sair
Angel: Obrigada,toma – Angel deu o dinheiro para o taxista – Feliz Ano Novo!
Taxista: Feliz Ano Novo querida
Angel sorriu e saiu do carro ignorando as diversas buzinas. Ela saiu correndo entre os carros até a calçada,onde podia andar em paz
Depois de andar e andar,Angel finalmente chegou a sua rua, ela chutava um pedrinha que havia encontrado há algumas horas.
Assim que dobrou a esquina Angel pode perceber uma bola cinza com um ponto azul. Era Niall,sua pele era tão branca que confundia-se com a neve. Logo que chegou mais perto,pôde perceber quem era,mas seu corpo não paralisou como antes,ela apenas ficou pensando em por que ele estava usando aquela roupa de mauricinho. Mesmo não gostando da presença de Niall,Angel continuou firme e forte.
Angel: O que você ta fazendo aqui? – perguntou tentando não olhar para Niall
Niall: Eu vim conversar com você – pôs as mãos nos bolsos
Angel detestava o jeito de como Niall ficava lindo sem fazer esforço algum,ela sempre odiou isso
Angel: Não temos nada pra conversar – abriu a porta de sua casa com as chaves que rodava nos dedos
Niall: Temos muita coisa pra conversar – pegou delicadamente o braço de Angel
Angel: Não temos nada pra conversar e larga meu braço!– puxou seu braço de volta. Angel fechou a porta com força,ela escorregou com as costas pela porta,segurando o choro. Já estava na hora,ela estava tão forte,mas agora,ficou fraca.
Olá o/ 
Queria pedir mil desculpas pelo atraso,tudo é culpa do meu computador!Ele não ligava ¬¬
Enfim,o que acharam do capitulo? Eu estou super confusa com o assunto "Com quem Angel vai ficar?",bem algumas pessoas falaram que ela devia ficar com o Niall,então acho que vai ser assim,ACHO.
Ah,eu queria saber o que vocês acham da fanfic ter uma "segunda" fanfic como continuação,tipo: lá ela decidi com quem tem que ficar!
Me digam o que acham.
Mais uma coisa,eu vi um comentário na página da fanfic perguntando se faz alguma diferença não ler os hots,bem eu acho que faz diferença alguns,no final sempre acontece alguma coisa.Acho que vou diminuir a quantidade de hots já que nem vocês nem eu tem idade pra ver isso(-q)
Beijos,não sei quando posto o próximo capitulo. 

7 comentários :

Anônimo disse... Responder

Continua ta perfeita <3

Mari disse... Responder

Eii eii eii nem pense no assunto do hots okay u.u'
Enfim Amora, continua ta pfta :3.
Faz maior o cap :c

Estella disse... Responder

amora posta logo pfvr to mto curiosa

Anônimo disse... Responder

e a nova adm? quando sai o resultado? estou ansiosa por novas fis ><

Anônimo disse... Responder

*fics

Anônimo disse... Responder

CONTINUA

Thais Avelar disse... Responder

Perfeito perfeito perfeição. Como assim vai diminuir os hots? Não não e não, eu não tenho idade pra esse tipo de coisa mesmo, mas isso não me impede de ler certo? Heheh
Continua! xoxo

Postar um comentário