Truly, Madly, Deeply Capítulo 51 - I spoke his name again!

Perfect ♥
— Me dá uma chance pra mostrar o quanto eu estava errado,por favor.
Olhei no fundo dos olhos de Niall com certo desprezo. É incrível o que é escondido por tras de um oceano azul. Um rosto angelical,uma boca perfeita,um cabelo incrível. Uma parte dr mim,queria que eu corresse pra longe dali. Mas a outra parte queria correr para seus braços e pedir pra que ele nunca me deixasse ir.
Suspirei pesadamente,eu não sabia exatamente o que fazer,eu queria seguir a outra parte,a que me fizesse ficar com ele pra sempre,mas essa parte já me ferrou tanto. Que se dane! Eu quero ser feliz,quero viver,quero amor,nem que eu precise chorar uma cachoeira. Eu preciso dele,precisava de seu toque,seu abraço,seu beijo…Ah,seu beijo,sinto tanta falta de seu beijo. Eu já sabia minha resposta,sabia também das consequências,mas eu precisava correr atrás,precisava dele,agora.
Fechei os olhos e os pulsos,tentando assimilar a provável besteira que irei fazer. Abri os olhos violentamente,Niall parecia confuso,eu o entendo,ele queria uma resposta agora. Me aproximei dele e colei nossas testas,ele me olhou nos olhos,mas eu estava olhando para seus lábios. Ele pareceu entender o meu pedido e logo selou nossos lábios. O beijo,o melhor beijo de todos,como eu senti falta disso. O puxei para mais perto de mim,suas mãos estavam em minha cintura enquanto as minhas estavam em suas madeixas.
Niall me beijava loucamente,de alguma forma aquilo era um ato de saudades,a saudade que eu sentia de seus lábios. Terminamos o beijo com um selinho,colamos nossas testas e ficamos nos encarando.
Eu: Promete pelo menos desta vez que você nunca mais vai me deixar,nem mentir,nem me trocar nem…
Niall: Shiu…– pôs o dedo em meus lábios – Esse foi o maior erro da minha vida,eu nunca deveria ter escondido isso de você,não deveria mentir. Eu te amo mais que minha própria vida,meu amor – secou as lágrimas que caiam em meu rosto sem que eu nem percebesse
Eu: Senti sua falta – sorri de lado
Niall: Eu também babe  – sorri
Eu: O que nos vamos fazer agora?
Niall: Ser feliz!
Eu: Você…como eu falo isso?…Você…você terminou com a sua namorada ? – perguntei meio envergonhada,Niall mordeu o lábio inferior,olhou pra baixo e depois pra mim  – Niall eu não acredito …
Niall: Ainda não…
Eu: VOCÊ DEVERIA TER FEITO ISSO HÁ MUITO TEMPO!Como eu vou saber que você … – Niall pôs o dedo em meus lábios e logo selou nossos lábios
Niall: Não fique com medo. Eu vou fazer isso o mais rápido possível  – sorriu
Eu: Enquanto isso podemos ser…amigos – o pequeno sorriso de Niall desapareceu
Niall: Como assim amigos? – aumentou a voz
Eu: Eu não posso continuar beijando você sabendo que outra garota faz a mesma coisa –  disse seca
Niall: Angel,eu não posso…
Eu: Quando mais cedo terminar com ela mais cedo voltamos
Niall: Angel – me puxou para um beijo,mas eu pus o dedo em seus lábios
Eu: Termine com ela  – ele me olhou inconformado
Fiquei parada por um tempo o olhando,mas logo fui embora. Será que eu estava fazendo a coisa certa? Essa garota pode gostar mesmo de Niall,eu estou fazendo a coisa errada,Niall brincou com os nossos sentimentos. Eu o odeio,mas o amo. Virei para trás e vi Niall ainda parado com a mesma expressão,logo virei a visão para frente.
O frio consumia cada canto daquela rua deserta,o céu estava escuro algumas nuvens cinzas preenchiam ele,provavelmente ira chover ou nevar.
Avistei a minha cada e dei graças,dei mais alguns passos largos e chegei na porta. Abri a mesma lentamente,andei até a sala em comprimentar ninguém,eu estava muito triste e cansada para sorrisos ou discussões,subi as escadas e fui diretamente para o meu quarto,tranquei o mesmo e senti meus olhos marejarem,me sentei ali mesmo no chão e comecei a desabar em lágrimas. Por que isso esta acontecendo? Por que esse filho da puta me persegue? Por que ele teve que dificultar tanto as coisas? Por que ele não me deixa em paz?Será que é pedir demais ?
Minha visão estava embaçada,mas eu pude ver um pequeno brilha refletindo sobre meus olhos,ele vinha do chão perto de meu criado-mudo,andei até lá e me sentei de novo no chão,vi o colar de trevo que Niall havia me dado,esse deveria ser o brilha que irritava meus olhos. Peguei o colar e fiquei encarando a joia,eu havia tirado ele de meu pescoço no dia em que descobri que Niall havia mentido pra mim.
Uma lágrima caiu em meu rosto,minha bochecha já estava molhada. Olhei pro teto tentando conter as lágrimas,mas era quase impossível. Olhei para o chão em direção ao criado mudo, havia outro brilho vindo de lá,mas desta vez era algo pior. Havia duas giletes lá,eu não faço ideia de como aquilo foi parar ali,talvez Jessie havia escondeu ali há algum tempo,ela costumava se cortar,eu sempre a apoiei com suas decisões,mas aquela foi a pior fase da minha vida,ver minha irmã deprimida não foi nada fácil. Eu nunca havia pensado em me cortar,mas a essa hora eu desejaria qualquer tipo de dor. Peguei as giletes e fui até o banheiro que ficava no corredor,infelizmente. Me olhei no espelho,algumas olheiras apareciam em meus olhos já inchados. Que inferno,minha vida nunca havia chegado a esse ponto,tudo por causa daquele idiota! Olhei para as giletes em cima da pia em seguida para o espelho,peguei uma das giletes e fiz um corte fundo perto do meu pulso,sei o quanto aquilo era perigoso,mas preciso de dor física. O sangue agora percorria todo o meu braço,sem demora,fiz outro corte perto da nova cicatriz. De repente toda a minha havia sumido junto ao sangue que escoria e em meu braço. Me sentei ao chão perto da pia. Meu braço sangrava muito, mas não existia mais dor sentimental,sentia apenas o adente de meus cortes. Niall olha só o que você fez. Droga,falei o nome dele de novo!

4 comentários :

Anônimo disse... Responder

continua por favor :)

Maria Clara disse... Responder

Coontinua.amr

Mari disse... Responder

Mais mais mais mais

Anônimo disse... Responder

Adorei continua coitada dá Angel

Postar um comentário