Truly, Madly, Deeply – Capítulo 1 – Piloto


Acordei com o som repetitivo de um bip insuportável. Por que as pessoas usam esse toque como despertador? Coloquei o travesseiro no ouvido e voltei a dormir, ou pelo menos tentar.
Eu: Desliga isso idiota! – dei um grito abafado
Respirei fundo, levantei e fui em direção ao quarto de Jessie. O despertador tocava enquanto ela dormia profundamente, ela estava com o cabelo todo bagunçado, havia várias garrafas de bebidas perto da sua cama, que estava cheia de roupas, ao contrário dela que estava apenas com peças íntimas. Entrei no seu quarto com cuidado para não pisar em nenhum daqueles cigarros.
Eu: Jessie? – balançando seu braço – Jessie?
Jessie: Hum? – resmungou – O que é? – disse sonolenta
Eu: O que aconteceu ontem? – perguntei confusa
Jessie: Eu não sei. Quem é você?
Eu: Como assim? Sou eu a Angel, sua irmã e você precisa se arrumar, temos escola! – contudo, Jessie abriu os olhos.
Jessie: Que horas são? – disse passando a mão no rosto
 Eu: Seis e dez – ela fez uma cara de decepção e fechou os olhos novamente – se quiser pode ficar em casa.
Jessie: Eu tenho um teste hoje – levantou-se da cama – aquela professora foi resolver fazer um teste logo hoje!
Eu: Eu vou tomar banho, depois você vai. Tudo bem?
Jessie: Vai logo!
Sai em direção ao banheiro, eu não sei o que aconteceu com ela ontem. Sei apenas que ela voltou às duas e meia da manhã. Ainda bem que nossos pais estão viajando, eles a proibiram de sair aos domingos, pois sabem bem o resultado final.
Tomei um banho rápido, me enrolei na toalha e fui pro meu quarto, depois de alguns segundo vi Jessie toda desajeitada indo em direção ao banheiro.
Vesti uma calça, camisa com mangas compridas e golas, calcei meus sapados e coloquei meus óculos na mochila. Arrumei meu cabelo com o lacinho de sempre. Assim que terminei desci até a  cozinha. Fiz o café da manhã da Jessie; cereal com leite, eu sempre tomo café na cafeteria perto da escola.
Deixei um bilhete perto do cereal de Jessie, eu sempre saía antes que ela, afinal tinha que respeitar os horários. Peguei minha mochila e sai de casa, dando de cara com aquele garoto totalmente idiota, Niall, quem diria que atrás de um lindo rosto e irresistíveis olhos azuis estaria uma personalidade totalmente diferente. Mas o  que ele faz aqui? A casa dele fica quase do outro lado da cidade.
Sai em longos passos, não queria nem que ele me visse. Assim que cheguei ao ponto de ônibus sentei-me no banco que havia ali. Olhei de canto de olho e vi o imbecil se achando o badboy. Revirei os olhos e voltei à atenção à estrada.
Eu estava ficando doida ou aquele garoto estava me encarando? Ah que saco! Felizmente meu ônibus chegou, entrei no ônibus e adivinha? Ele veio junto, o que eu fiz pra merecer isso?
Sentei perto da janela do ônibus de dois andares, todo mundo gosta desse ônibus! Fiquei olhando a paisagem, não queria cruzar nenhum olhar com o Niall, caso o contrário teria que atura-lo me encarando com aquele olhar de psicopata.


[...]

O sinal tocou e eu pude respirar aliviada. O teste havia acabado essas foram as piores horas da minha vida. Além de ficar em uma das piores salas, digamos que o professor não colaborou com aquelas perguntas um tanto quanto, escrotas.
Peguei meus livros e fui até meu armário. Ele fica perto da porta que dá acesso ao laboratório, eu tenho medo de que um dia algo exploda ali dentro, se isso acontecer, adeus pôster do Justin Timberlake.
— Oi Angel – fechei um pouco a porta do armário para que pudesse ver quem era, mesmo reconhecendo bem a voz.
Eu: Oi Zayn – continuei guardando os meus livros.
Zayn: Oi. Er... A Jessie 'tá bem? – Zayn sempre tão discreto
Eu: Sim – fechei a porta do armário – Você já 'tá com essa de novo? – dei um tapa em seu ombro
Zayn: – suspirou – Sim.
Eu: Ela 'tá bem, mas, você sabe o que aconteceu ontem? Nem disso ela se lembra
Zayn: Party time, all day, all night! – levantou os braços e fez uma careta, o que me fez gargalhar.
Eu: Você também foi? – comecei a caminhar e ele veio junto
Zayn: Claro que sim! O Dj Malik entrou em ação – ri pelo nariz– todos foram menos você.
Eu: Eu estava... Estudando – mentira, eu estava assistindo Sobrenatural.
Zayn: Ah Angel, sai dessa, se diverte!
Eu: Ah, foi mal – ironizei – Eu tenho muitas coisas pra fazer, e além do mais o ano está acabando, tenho que me empenhar, não posso gastar tempo me divertindo.
Zayn: Pode sim.
Eu: Eu sei, eu assisto séries, isso me diverte.
Zayn: Qual é você tem que sair ir pra uma festa, beber, dançar... – serrei os olhos
Eu: Hum, presumo que você foi um sucesso nas provas.
Zayn:'Tá duvidando?
Eu: 'Tô – o imitei
Zayn: Quer apostar como eu tiro um A+ no teste de Inglês?
Eu: Apostar o quê? – disse com um tom de voz confiante
Zayn: Se eu ganhar eu passo uma semana inteira com a Jessie! – pude ver seus olhos brilhando
Eu: Se eu ganhar você vai passar uma semana... Estudando comigo – entre diversas coisas em minha parte pervertida, escolhi uma das piores.
Zayn: E se... Você perder?
Eu: Eu...?
Zayn: Você ira passar uma semana inteira com o Niall
Eu: Ah, você tá ficando maluco?! Eu não vou passar uma semana aguentando aquela mala sem alça!
Zayn: Qual é ele acha você bonita
Eu: Que ele se foda – Zayn riu
Zayn: Se eu perder eu faço tudo o que você quiser! – de repente meu lado pervertido voltou à tona
Eu: Eu não quero passar uma semana com o Niall!
Zayn: Então você acha que eu tenho potencial?
Eu: Agh! Okay mas só uma semana!
Zayn: Apostado?
Eu: Apostado
Apertamos as mãos e fomos para nossas salas, tinha um plano em mente, eu, quer dizer a Jessie, iria fazer uma festa na Sexta, mas acho que vai ela ira adiar um pouco. Depois de rir igual uma bruxa de histórias da Disney, voltei a atenção ao que o professor falava alto, mas mesmo assim ninguém notava ele ali.
Meu plano vai ser infalível! – pensei

3 comentários :

rayssa vasconcelos disse... Responder

Aí eu gostei d+ posta o outro logo pfv

Bruna Belmont disse... Responder

to adorando, continua :)

Anônimo disse... Responder

Ameeei *O*

Postar um comentário