Little Things Capitulo 18 - Tenha fé...

Uma homenagem de 3 anos de 1D e pelo clipe de Best song Ever ser perfeito. Orgulho define.


Niall on

- bom dia Sr.Horan, Sra.Horan. – falou o medico que estava acompanhado a gravidez de Liv. Ouvi-lo dizer Sra. Horan fez-me sorrir, era isso que sempre quis, uma esposa, uma família, algo que estava tendo com Liv, minha doce liv.
- queiram se sentar. – disse ele gentil. Ajudei Liv a acomodar-se na cadeira e logo sentei-me.
- esse é nosso primeiro ultrassom, certo. – disse o medico mexendo em alguns papais na mesa.
- sim. – disse Liv sorrindo, ela havia esperado esse momento a semana toda, ela queria tanto ouvir o coração do bebe, ver seu rostinho, assim como eu.

[...]

- deite-se aqui Sra.Horan. – disse o medico indicando uma maca, eu ajudei Liv a deitar-se e fiquei ao seu lado. Em minutos o medico voltou trazendo com sigo um gel, passou sobre a barriga de Liv e senti a mesma pegar minha mão, eu a olhei e ela fitava-me apreensiva, eu acariciei sua mão e sussurrei.
- fique calma estou aqui. – ela sorriu e fitou o monitor, onde o medico observava.
- esse é o filho de vocês. – falou o medico, e logo pude ver o dedinhos da criança. – é um menino. – continuou ele.
- posso ouvir o coração dele? – perguntou Liv, já com os olhos marejados.
O medico assentiu e logo a sala foi tomada pelo barulho do coração do meu filho, era forte, o som dizia que ele estava vivo e forte, e uma voz repetia em minha cabeça “eu sou o pai desse garoto, isso é incrível”. Uma alegria imensa tomou-me e logo senti lagrimas correrem pelo meu rosto, eu não acreditava naquilo tudo, era tudo o que eu sempre quis.

Liv On

E aquele som que eu escutava era o melhor som do mundo, o som do coração do meu filho, era inexplicável o que me atingia, era um misto de alegria, medo e ansiedade, tudo mesclado.
Minhas lagrimas desceram se eu menos deixa-las, foi impossível segura-las, era tão bom ouvir aquele som. Olhei para Niall e o vi com lagrimas no rosto, sorri para ele e acariciei sua mão e ele olhou-me, eu sorri para ele, o mesmo sorriu também e sussurrou.
- eu te amo.
- eu também te amo. – respondi.
Podia dizer que aquele era o momento mais feliz de minhas vida, eu estava a ouvir o coração do meu bebe, eu se meses atrás você me dissesse que isso aconteceria eu diria que ela um brincadeira, pois acreditava que não sobreviria para vê-lo crescer, mas um luz de esperança acendeu-se e hoje tenho quase certeza que tudo em minha vida dará certo.

[...]

- bom já está no sétimo mês de gestação, isso?
- na sexta-feira faço oito meses. – disse ao medico sentando-me na cadeira.
- isso é um milagre, o medico que cuida de sua leucemia não dava-lhe nem 3 meses de vida, e veja você ainda está aqui. – disse o medico sorrindo.
- minha fé e vontade ver meu menino crescer fez-me viver. – disse eu tocando minha barriga.
- isso é um milagre, sua quimioterapia teve resultados. – disse ele levantando-se de pé.
- deus tem um papel em tudo isso também senhor. – disse eu olhando-o.
- mas claro, ele também ajudou. – disse o medico. – bom nosso próximo encontro será em uma sala de parto. – disse ele.
- já iremos marcar a data? – perguntei confusa.
- o certo a fazer é uma cessaria no seu estado um parto normal não é recomendado, você não suportaria. – disse ele tocando meu ombro.
- se é assim que tem que ser assim será. – disse Niall se pronunciando pela primeira vez, o mesmo segurou minha mão e a apertou forte, ele parecia dizer que estaria ali sempre, para todo sempre.

[...]

- em fim chegamos. – disse Niall enquanto estacionava o carro na vaga destinada ao nosso apartamento.
Eu sorri timidamente e olhei para frente, não tinha nada a falar apenas pensava no parto do meu bebe, eu estava preocupada demais.
- Liv está bem? – ouvi Niall perguntar, eu olhei e falei.
- você acha que tudo vai dar certo? – perguntei olhando-o já deixando lagrimas rolarem.
- hei pequena, tudo vai dar certo, nosso filho vai nascer e você vai ficar viva e saudável para velo correr pelo apartamento, você ouviu?- ele falou agarrando meus ombros e logo que terminou de falar abraçou-me o mais forte que pode.
- tenho medo. – disse com a foz embargada.
- não tenha eu estou aqui. – disse ele tentando secar minhas lagrimas.
- promete que tudo ficará bem? – perguntei o fitando.

- eu prometo. – disse ele e selou-me, era o que eu precisava, carinho e confiança.

Continua...

Eu sei ta pequeno e ruim, me desculpem eu to tão sem ideia para escrever me sinto ate frustada com isso, sei lá. Me desculpem eu vou tentar melhorar. 
Não vou pedir numero de comentarios para continuar por que ta uma bosta esse capitulo, comente se sentir que deve ok.
Beijos.

8 comentários :

rayssa vasconcelos disse... Responder

Ai eu estou tao feliz que vou ser primeira em alguma coisa e esse capitolo nao ta uma bosta ta e PERFEITO essa fic e perfeita

Rayssa Balbino disse... Responder

Ñ se sinta Frustada ta ótima a sua FanFic, eu to amando minha florziinha.. Continue assim Fic Realmente PERFECT.. Bjuuuss »×_׫ Happy Happy :))

Thaiza Peotta disse... Responder

Oh My Fucking Good !
Quer perfeito cara , vx escreve mto bem ! SO-COR-RO
sério , eu li a primeira temporada inteirinha só hoje de madrugada hahah ' sério , NOOSSA , quem me dera escrever como você ! haha '

Ana Paula disse... Responder

O capítulo tá ótimo kk continua o/

Anônimo disse... Responder

CONTINUA uhuuuuuuuuul

Cecília Rabelo disse... Responder

Perfeitoooooooo continuaaa

Eloísa Tavares disse... Responder

omg...muito bom... niall muito fofo....esse casal é muito lindo Niv forever ><

Anônimo disse... Responder

Esse capítulo ta PER-FECT!!!

Postar um comentário