Little Thing Capituto 6 - E tudo volta...



Autora On

Naquela bela tarde Lola e Lisa andavam por um parque na grande Londres, com intuito de respirar um pouco de ar puro que há tempos não entravam em seus pulmões.

- não vá muito longe Vic. – gritou Lisa a pequena menina que corria atrás do gramado feliz por estar “livre”.
- eles crescem. – disse Lola observando Vic correr feliz.
- e como. – disse Lisa olhando sua pequena.
- eu quem o diga essa garoto está cada dia mais gordo. – disse Lola parando o carrinho de Adrian a sua frente e sentando em um banco de madeira.
- esse garoto está cada dia mais parecido com zayn. – disse Lisa sorrindo e brincando com o pequeno garoto de cinco meses.
- devo concordar com você, ele tem os intensos olhos negros de Zayn. – disse Lola prendendo-se nas lembranças dos olhos de Zayn e sorrindo, ela sempre amou aquelas intensas orbitas negras.

Ao longe em um carro Jeremy junto a Aslan observavam as duas jovens, em momentos lembravam-se do que passaram ao lado delas, Jeremy se arrependia amargamente de tudo o que havia feito a Lisa.
Se arrependera todos os momentos que obrigara a jovem a deitar-se com ele, ele queria ter feito-a sentir sensações, algo que ele sentiu, mas não completamente, faltava algo e essa algo era o êxtase dela, se ela não o tivesse sentido nada ficaria completo, e era incomodo sentir aquilo.
Aslan por outro lado se arrependia de não ter feito Lola sua, ele queria poder tocar a pele da mesma, que ao ver dele parecia ser tão macia, poder beijar os lábios carnudos e bem delineados da moça, aos quais sonhava toda a noite em desfrutar do sabor. Queria que aquele garoto que ela levava aos braços fosse dele e dela, e não dela e de outro. Eram sentimentos confusos que corriam pelos dois, em certos momentos eles diziam a si mesmos que não queriam aquilo, que era tolice estar apaixonado, mas não podiam evitar.


....

Mais algum tempo ali apenas observando, Jeremy cansou-se, resolveu que era hora de um conversa direta, fazia exatamente 6 meses que não olhava fundo nos olhos da bela lisa, ele precisava dizer-lhe algo.
O rapaz abriu a porta do carro se sai do carro sem responder as inúmeras perguntas que o amigo já fazia aquela altura.
Ele andou pesando no que diria, formando frases e achando as mesas bobas, antes de alcançar as moças ele disse a si mesmo “fale o que sue coração sente”. Logo ele tocou o ombro de Lisa, a mesma virou-se, mas na mente de Jeremy ela pareceu movimentar-se em câmera lenta, uma ilusão de sua mente apaixonada. Quando ela viu o rapaz ali parado a sua frente arregalou os olhos e logo perguntou.
- o que faz aqui? – seu tom era de surpresa e medo ao mesmo tempo, mais medo do que surpresa.
O rapaz formulou frases para respondê-la, mas a única coisa que conseguiu dizer foi: “precisamos conversar” e logo puxou a garota junto dele, levando-a a um lugar mais reservado, ele não queria dizer junto à amiga de Lisa o que ele sentia pela mesma, para ele era vergonhoso admitir que estivesse amando.

Ao ver o amigo andar decidido ate Lisa, Aslan tomou coragem para se aproximar de Lola, a garota estava confusa sentada no banco com a pequena criança nos braços, ele aproximou-se dela e sentou ao seu lado, assuntando a moça, mas que logo suspirou e disse.
- é você. – sorriu.
- pensou que fosse um maníaco? – perguntou o rapaz rindo.
- bom minha amiga acabou de ser levado por um. – disse ela ajeitando a criança no colo.
- Jeremy é uma boa pessoa, apenas precisa ser entendido. – disse  Aslan defendendo o amigo, de uma forma falando a verdade.
 - espero que sim. – balbucio Lola colocando o pequeno garoto no carrinho de passeio, pois o mesmo acabara de dormir.
- seu pequeno? – perguntou Aslan
- sim. – disse Lola sorrindo enquanto olhava a pequena criança.
- ele parece com você. – disse Aslan depois de ficar admirando Lola por alguns segundos, a garota sorriu e disse olhando-o.
- você é o primeiro a dizer isso, todos dizem que ele parece com Zayn, meu noivo. – disse ela sorrido.
Aslan tentou retribuir o sorriso, mas o mesmo saiu forçado, a palavra noivo havia o causado náusea e tontura, sua Lola não poderia ser casar, se o noivo não fosse ele.

Em outro local mais afastado, mas onde se dava para ver a pequena Vic brincar, estava Lisa e Jeremy.
- o que queres? – perguntou lisa impaciente.
- preciso dizer-lhe algo. – disse Jeremy olhando fundo nos olhos da garota.
- então comece. – disse ela impaciente.
- não é fácil. – disse ele.
- claro que é, abra a boca e deixe as apalavras saírem.
- eu te amo. – disse ele de uma só vez, fazendo a garota olhar-lhe surpresa, ela não imaginaria que era isso que ele pretendia falar.
 Ela riu e disse.
- pare de mentir. – mas logo seu semblante parou de ser descontraído para ficar serio, pois viu que o rapaz não demostrava que brincava.
- você acha mesmo que estou mentindo? – perguntou Jeremy
- você obrigou-me a deitar-me com você. – disse a garota jogando a verdade na cara de Jeremy.
- sei disso. – falou o rapaz quase em sussurro. – mas também sei que me arrependo aquilo, tudo foi um erro, um gravíssimo erro. - disse o rapaz sendo sincero.
- não acredito em você. – balbuciou a garota já nervosa.
- não pode me dar um voto de confiança? – perguntou ele pegando na mão da moça.
- não confio em você. – disse ela soltando-se dele.
O rapaz iria continuar seu discurso, mas um grito de Vic chamando por lisa interrompeu os dois, apequena menina estava prestes a cair de um dos brinquedos, lisa por impulsos correu, já que estava do outro lado do gramado teve que atravessar um rua, um pouco movimentada, na pressa a mesma esqueceu as boas maneiras de como se atravessar a rua e por impulso correu sem ao menos olhar para os lados, era instinto de mãe, tudo pelo seu filho, mas tudo deixou mal, um carro em alta velocidade descia a avenida, um motorista irresponsável, ou apenas um pessoa com problemas familiares, não sei, apenas sei que o carro atingiu em cheio a pobre Lisa, ela não teve escapatória, foi assim um quarto de centésimo ela já estava no chão, em volta de sua cabeça sangue, um pequena poça, resultado de um ferimento, desacorda, indefesa, era assim que lisa se encontrava.

Continua...

Oi love e ai oque achou???
Continuo??

Eu sei esse capitulo tá uma merda e pequeno, mas estou sem tempo, pela manha estou no colégio cursando o ensino médio e atarde faço meu curso técnico de agroindústria  estou sem tempo, mas estou fazendo o possível para escrever. Me desculpem se está ruim.

Continua com 20 comentários.


19 comentários :

Anônimo disse... Responder

Ameii, continua Liamda, Please!!!

Malikisses

Elena

Cecília Rabelo disse... Responder

lol continuaaaa

Anônimo disse... Responder

Continue

Anônimo disse... Responder

Continuaaa!! Estou empolgada pra saber o q vai acontecer *---*

Eloísa Tavares disse... Responder

my jess.... i'm crying right now.... meeeeeeeeu deus...
continua...por favor...

micheli steinhorst krebs disse... Responder

e agora?
continua e ficou bom sim!

Ana Paula disse... Responder

Sua Fic é Diva ♥

Anônimo disse... Responder

COOOOONTINUA VELHO , TÁ MTO BOM

Mallu disse... Responder

continuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Anônimo disse... Responder

Supeeeeeer perfeito , continuaaaa !

Quinteto disse... Responder

❤ Estou amando tudo... OMJosh!! Quanta adrenalina e mto dramaa!! Espero que tudo termine bem, e que Liv não deixe esse mundo =/
Perfeita a fic... continuaa ∞

Anônimo disse... Responder

Continuaaaaaaa

Anônimo disse... Responder

continuaaaaa ta boom demaais *-------*

Anônimo disse... Responder

nossa, véei, ta boom por demais U_U continuaaa

Anônimo disse... Responder

Continuaaaaaaaa ta PERFEITA MUITO PERFEITA *-*

lygia disse... Responder

continua!muita ansiedade

Anônimo disse... Responder

Coontinuaaa

Bonnie xatiada disse... Responder

PReciso mtmtmt de um proximo capitulo, e vc gosta mesmo de bebes hein kkkkkk, vc e demaiis <3 <3

Anônimo disse... Responder

Eu acho q essa fic n tem como coisa pior acontecer com as meninas dessa fic! a Liv ta morrendo a Lisa ta gravida e acabou se ser atropelada

Ass: Bel_Nialler

Postar um comentário